• Karina Canêdo

14 COMPORTAMENTOS E HABILIDADES DE UM LÍDER DO FUTURO!

Atualizado: 14 de Fev de 2019


Um líder do futuro deverá ter a competência de ser digital, e para isso você precisa ter em mente essas 14 dicas sobre comportamentos e habilidades que vão distinguir os grandes líderes do futuro dos líderes do passado.




1. Acredita na transformação digital


Teoria

A tecnologia digital está transformando a sociedade e o nosso dia a dia de maneira geral. Em relação às organizações, elas estão alterando modelos antigos que, por sua vez, tem gerado novos desafios. As empresas que acompanham essa transformação se organizam e caminham de uma forma completamente diferente da tradicional. Muitas delas têm, inclusive revolucionado características mais básicas do seu setor. Seus líderes têm buscado não só experimentar e utilizar tecnologias emergentes, mas também novos conceitos e métodos de trabalho.


Os líderes digitais entendem e se expressam com naturalidade sobre temas como Design Thinking, Scrum, DevOps, MVP, entre outros. Trata-se de metodologias que permitem colocar a experiência do cliente como ponto fundamental no projeto para se chegar em soluções para ele. Elas criam espaço para desenvolver um olhar mais empático para as pessoas que são impactadas pelo negócio. Ao mesmo tempo, permitem que as equipes trabalhem de forma colaborativa, na busca por chegar em algo que traga impacto positivo para a empresa e para a sociedade. Ao mesmo tempo, possibilitam que os colaboradores experimentem, explorem diferentes opções e testem com usuários reais para ter aprendizado e maturidade ao lançar alguma solução. Tudo isso feito com agilidade, para acompanhar a velocidade das mudanças. Conhecer estas metodologias e saber como e quando utilizá-las é primordial para garantir a vivência da cultura digital na organização. Elas transformam a cultura em algo dinâmico e flexível o suficiente para abraçar mudanças contínuas.


Além do mais, para que a vivência da cultura digital seja completa, o líder digital cria condições e encoraja seus colaboradores a conhecer, experimentar e utilizar novas tecnologias. Ele desenvolve uma cultura que identifique, explore, avalie e aplique tecnologias aos processos dos negócios e, para sua implementação, elabora um plano com indicadores, metas e resultados de curto, médio e longo prazo, viabilizando a transição entre antigos e novos processos.


Caso Prático

Joana assumiu recentemente uma área estratégica na organização. Entre suas principais atribuições, estava liderar a vivência da cultura digital na Caixa Econômica. Com objetivo de tocar o que foi solicitado com maestria, se preparou de forma intensa. Fez cursos, conversou com seus pares e mapeou o mercado quanto a este assunto.


Solução positiva

Certa de que deveria encorajar sua equipe para a vivência da cultura digital o primeiro passo foi conversar com seus colaboradores para mapear seu conhecimento, motivação e habilidades. Diante do diagnóstico, criou mecanismos para desenvolvê-los e estimulá-los a utilizar metodologias que deixam os processos mais ágeis e que tenham a experiência do usuário como foco. Na aplicação das metodologias em seus projetos, a equipe tinha oportunidade de experimentar as tecnologias que faziam sentido para o projeto. Como resultado, a equipe estava mais autônoma e produtiva, e inspirava as demais equipes da organização com a sua motivação e pró-atividade.


Solução negativa

oana decidiu que sua área deveria passar por um processo transformação digital e acreditava que precisava desenvolver sua equipe na direção de obter conhecimentos e habilidades em relação às tecnologias emergentes. Seu foco estava na digitalização da área. Contudo encontrou fortes resistências da equipe, que não entendeu o objetivo da proposta. Por um lado um grupo de pessoas não se sentiam motivados em desenvolver tecnologias, outros não tinham habilidade muito menos abertura em aprender. Por muito tempo Joana forçou, de cima para baixo, a implementação de tecnologias. Contudo, o grau de rejeição foi tão grande, que a sua área sofreu intensa evasão de colaboradores, desmotivados com o processo de trabalho.

7 visualizações

Desenvolvido orgulhosamente por Miolo Apresentações